Sign in / Join
Header Banner

Ataque à memória

O Núcleo de Preservação da Memória Política lançou manifesto denunciando a depredação do monumento em homenagem a Carlos Marighella instalado na alameda Casa Branca, local em que o dirigente da Ação Libertadora Nacional foi assassinado em 1969.

O documento afirma que esse “grotesco episódio não é um caso isolado e precisa ser apurado pelas autoridades do Estado de São Paulo, e seus responsáveis responsabilizados pelo ato criminoso perpetrado na calada da noite”.

Publicado nas redes sociais, o documento já recebeu dezenas de adesões e continua aberto para outras assinaturas na página do Núcleo Memória (para saber mais, CLIQUE AQUI).

Eis o texto:

“Nesta sexta-feira, 18/01/2019, o monumento localizado na Alameda Casa Branca amanheceu depredado e com as inscrições “CCC”, que fazem referência ao Comando de Caça aos Comunistas – grupo miliciano que atuou em apoio à ditadura civil-militar.

O monumento foi instalado no local em 1999 como sinalização pelos eventos ali ocorridos durante o período ditatorial e homenagem a Carlos Marighella. Em 04 de novembro de 1969, o líder da Ação Libertadora Nacional (ALN) foi executado no local, vítima de uma emboscada policial comandada por Sérgio Fleury, delegado do Deops/SP – como concluiu a perícia realizada em 2012 pela Comissão Nacional da Verdade.

Este é um Lugar de Memória para o povo brasileiro, que conta uma parte da história das lutas por democracia, cidadania e Justiça. 

A depredação do momento é mais uma expressão da intolerância política e violência em presentes em nossa sociedade. Uma sociedade democrática pressupõe o convívio com as diferenças políticas e o diálogo.

Este grotesco episódio não é um caso isolado e precisa ser apurado pelas autoridades do Estado de São Paulo, e seus responsáveis responsabilizados pelo ato criminoso perpetrado na calada da noite.

Nós, abaixo assinados, repudiamos o ato vil e criminoso em mais um lugar de memória e monumento pertencente ao povo brasileiro.”

Rodolfo Lucena

Leave a reply